Reflexão sobre a Venda Direta

Cadeia produtiva do etanol no Nordeste, sempre defendeu a alternativa da modalidade Venda Direta

As organizações da cadeia produtiva do etanol no Nordeste, sempre defenderam a alternativa da modalidade “Venda Direta“ no fluxo comercial do etanol hidratado para o consumidor. “Essa é uma opção onde o etanol sai da usina diretamente para os postos, evitando assim “o passeio“ com o frete morto”, explica Renato Cunha, presidente-executivo da NovaBio. O que acontece atualmente é o etanol percorrer sem necessidade, distâncias superiores a 100 km, apenas para troca de nota fiscal, voltando em seguida, para abastecer um posto que muitas vezes, fica localizado próximo da usina. “Uma operação sem racionalidade e que coíbe uma venda mais eficiente para o consumidor, produtor e posto”, alerta Renato. Para o representante da Novabio, essa logística pode mudar para melhor com a recente nomeação do deputado, Silvio Costa Filho, para a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara. Acompanhe as notícias sobre a pauta no portal: www.novabio.agr.br

Foto de arquivo: Pedro Robério, deputado Silvio Costa Filho e Renato Cunha


Foto de Arquivo

15 visualizações0 comentário

Contato

  • Facebook ícone social
  • Twitter ícone social
  • Instagram ícone social
  • LinkedIn ícone social

Endereço

Cais da Alfândega,

130 - Recife, PE, 50030-100 

 

Telefone: (81) 2137-7622 

LatinaPR

e-mail: ralmeida@latinapr.net.br

81 3038-0305

Criação e gestão do portal e redes sociais são projetos da LatinaPR

Imprensa