Presidente da Volks destaca o etanol na rota do carro elétrico

O presidente da Volkswagen na América Latina, Pablo Di Si, aposta no etanol para tornar os carros elétricos 100% ecológicos


O presidente da Volkswagen na América Latina, Pablo Di Si, aposta no etanol para tornar os carros elétricos 100% ecológicos: “Acredito que temos possibilidade de ser um celeiro do mundo para o carro elétrico (...) Temos as pessoas, temos a tecnologia, e isso já foi feito com o carro flex. Esses avanços de tecnologia, produtividade e fórmulas para transformar o etanol em energia que alimente um carro elétrico/híbrido, é uma questão sólida”.

Em entrevista concedida ao portal Ciência da Cana, além de declarar apoio ao etanol como fonte complementar à eletrificação veicular no País, Pablo Di Si destaca o papel do biocombustível como commodity. “Quando pensamos em etanol, não podemos pensar só no Brasil”.


Compartilhando a mesma visão, Renato Cunha, presidente da Associação de Produtores de Açúcar, Etanol e Bioenergia (NovaBio), entidade que reúne 35 usinas em 11 estados brasileiros, ressalta a sinergia entre o etanol e o motor elétrico. Endossa o executivo da Volks sobre as potencialidades do combustível renovável na pauta de exportações do Brasil.

“Conciliando economia de combustível e baixa emissão de poluentes, os automóveis híbridos que combinam propulsão elétrica e motor a combustão, poderão incrementar ainda mais tais atributos com a tecnologia flex”, afirma Cunha.


Paixão e competência

Durante entrevista ao portal produzido pelo Centro de Tecnologia Canavieira – CTC, Pablo Di Si declara-se impressionado com os saberes e competências da cadeia sucroenergética brasileira. Ele diz que a paixão dos profissionais do setor, associada ao conhecimento de biotecnologia e a ferramentas de primeiro mundo, é uma formula exitosa.

“Acho que em qualquer empresa e em qualquer país, se não há pessoas apaixonadas e acreditando naquilo que fazem, não haverá sucesso”, pontua.



Link da entrevista: https://www.youtube.com/watch?v=ZnC3ToHXkRI&t=257s

6 visualizações0 comentário